quarta-feira, 2 de março de 2011

* the sun of my life *

- eu sonhava com isto. sim é verdade, eu sempre sonhei com isto. mas o que antes foi um sonho, agora é um pesadelo. um peso sobre a consciência que carrego dia após dia. um coração despedaçado dentro do meu peito, que aos poucos vai-se desmoronando. um sentimento desfeito que jamais voltará a existir duplamente. um sentimento que durou por muito tempo, mas foi sempre escondido e ignorado. ainda hoje, pensava nisso quando tentava fazer uma «tentativa suicida» para ver se o meu sofrimento acabaria... estive perto, parei, olhei à minha volta e a única coisa que consegui foi deixar cair aquilo que apontava aos pulsos... talvez o erro tenha sido vivermos nos limites, ou então nunca atribuímos culpas a ninguém. talvez nada aconteceu, nada tenha passado de um sonho confuso que me tenha atormentado durante meses. e este momento que vivo agora, deve ser o fim da história... deve ser assim que acabo o livro que se encontra dentro da minha mente, mas, um capítulo ou o capítulo final? isso, eu não sei. preciso que me digas, preciso dumas últimas palavras frontais, para eu dizer tudo, o que carrego diariamente. se o sol, vem depois da chuva, tu virás depois das lágrimas, tu és o sol da minha vida. tu iluminas-la dando cor e alegria, o que não acontece agora. actualmente, vivo no mundo a preto e branco, e escalas de cinza. chove diariamente e nunca se vê um raio de sol. e eu, encontro-me no sítio onde tudo começou à tua espera, a recordar o nosso primeiro «olá», e como seria agora dizer o último adeus. desculpa, eu sei que errei mas perdoa-me. eu preciso de ti, tu és o sol da minha vida * :'c